tesourinhos tudo menos deprimentes (1)



esta fotografia foi tirada há quase 4 anos em budapeste. estamos tão diferentes e, ao mesmo tempo, tão iguais. vi isto, decidi vasculhar os backups que tinha aqui no porto e criar esta rubrica. lembro-me deste dia. tive de pôr as meias por cima das calças porque me faziam alergia nas pernas, a cat tinha este casaco emprestado porque não levou roupa suficientemente quente. atrás está o parlamento, que não conseguimos visitar. isto é sem, dúvida uma parte importante de nós, de mim.

15 comentários:

Cat disse...

não sei se o belo casaco branco abona a favor de quem quer que seja! =) mas foi uma bela viagem e um dos nossos muitos momentos brilhantes!

dondoca disse...

esse casaco não pode ser verdade!

du disse...

o casaco parece feito daqueles cães cheios de rugas

e estava frio. e nós à espera que a madame tratasse das peúgas.

p disse...

Ha ha, parece sim. Esse casaco "emprestado" merece que o vistas mais vezes.

Cat disse...

aquele casaco é o expoente máximo do "what not to wear" e do "must not have" .. é um tesourinho deprimente. Agora estou na dúvida se naquele momento era um shar pei se uma foca bebé a pedir para ser morta por caçadores furtivos.

Alexandre disse...

quem disse que são necessários caçadores furtivos para apanhar focas bébés? elas são tão pequenas e indefesas que só rebolam.

A sua única arma de defesa é aquele olhar.

du disse...

convenhamos que esse olhar faz mossa... derrete muita gente.

não consegue é vencer a determinação de urso polar, que mata focas adultas com uma chapada.

x disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
x disse...

como é que isto descambou para o assassinato de focas bebés?

alex: point taken.

du: e também a determinação das orcas :(.

x disse...

mais uma coisa:

eu acho que a questão das focas bebes é muito interessante mas desvia-se do assunto. eu concordo com o du! é, definitivamente, feito destes cães:

http://www.google.com/imgres?imgurl=http://slks.zip.net/images/sharpei_towel-1.jpg&imgrefurl=http://slks.zip.net/&usg=__pJn9IsVMv_ERVa_7AdT_hAu5eDM=&h=267&w=400&sz=26&hl=pt-pt&start=0&sig2=ynfdKgYtqccUkgeK0zo_Kw&zoom=1&tbnid=bZTI0S9cOCuzMM:&tbnh=109&tbnw=144&ei=fv30TNWRF4ii4QbqyaW4Bw&prev=/images%3Fq%3Dshar%2Bpei%26hl%3Dpt-pt%26biw%3D1280%26bih%3D485%26gbv%3D2%26tbs%3Disch:1&itbs=1&iact=hc&vpx=476&vpy=211&dur=62&hovh=183&hovw=275&tx=145&ty=155&oei=fv30TNWRF4ii4QbqyaW4Bw&esq=1&page=1&ndsp=24&ved=1t:429,r:19,s:0

Cat disse...

vou levar ao extremo o olhar de foca bebé, treiná-lo até à exaustão e um dia estarei preparada para enfrentar um urso polar .. ou não! só no idade do gelo é que os animais ferozes são capazes de calduços subtis .. se quero manter a minha cara como está e evitar passar pela humilhação de ter de me fazer de morta, talvez seja melhor abandonar o projecto!

x disse...

cat, só quem viu a idade do gelo percebe a referência de 'fazer de morta'. ai são tão infelizes essas pessoas :).

Cat disse...

passo a explicar, então: no idade do gelo III o mamute dá uma trombadinha amigável ao tigre-dentes-de-sabre (num gesto muito masculino de apoio e compreensão, sem recurso a palavras!); quanto a "fazer de morto", diz que é a técnica para escapar aos ataques de um urso. tens de ver o filme!
achas que aquela coisa excessivamente enrugada ainda é um cão?!

x disse...

eu vi! estes rapazes é que tenho muitas dúvidas :). *

Gersão disse...

Vimos todos, vimos todos...